Traficantes de classe média alta teriam sequestrado e matado estudante da UFRJ; vídeo mostra o rapto na Urca

Marcos Nunes
·1 minuto de leitura
Foto: Reprodução

A Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF) identificou seis suspeitos de participarem do sequestro e da morte de Marcos Winícius Tomé Coelho de Lima, de 20 anos, estudante de farmácia da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Ele foi sequestrado enquanto passava pela Urca, após sair de um shopping, também na Zona Sul do Rio, na noite de 8 de outubro. Horas apósa ação, já na madrugada do dia 9, o corpo do rapaz foi abandonado em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense. Para a polícia, o jovem teria sido executado por traficantes de classe média alta que suspeitaram de seu envolvimento no roubo de uma carga de drogas.

Imagens de câmeras de segurança revelam o momento em que Marcos Winícius foi sequestrado ao chegar na Urca. As cenas dos últimos momentos de vida do estudante mostram o rapaz pedalando, quando um carro branco surge na contramão e atinge a bicicleta elétrica da vítima. Com o impacto, Marcos cai no chão. Bandidos armados descem do automóvel e o colocam no interior do veículo, que, com a cobertura de uma caminhonete, deixa o local. As câmeras mostram ainda que cinco pessoas presenciaram o crime, correndo apavoradas, na direção oposta à tomada pelos bandidos.