Tragédia em Bangladesh: Explosão em depósito de contêineres deixa ao menos 49 mortos

Pelo menos 49 pessoas morreram e mais de 300 ficaram feridas em um incêndio que provocou uma enorme explosão química em um depósito de contêineres em Sitakunda, Bangladesh, segundo informaram autoridades locais neste domingo (5).

As autoridades preveem um aumento do número de vítimas, uma vez que há vários feridos em estado crítico e, segundo testemunhas, vários corpos ainda não foram resgatados do armazém privado, localizado a 40 quilômetros do grande porto de Chittagong, no sudeste do país.

O incêndio começou no sábado por volta das 21h30, hora local (12h30 de Brasília). Centenas de bombeiros tentavam apagá-lo quando, uma hora após a declaração do incidente, vários contêineres de produtos químicos explodiram, deixando inúmeras vítimas.

"Há mais de 300 feridos", disse Elias Chowdhury, autoridade regional da saúde. Segundo este responsável, estão desaparecidas várias pessoas, inclusive jornalistas que cobriam o incêndio ao vivo. "O número de mortos vai aumentar porque as operações de resgate não terminaram", alertou.

"Ainda há corpos nos locais afetados pelo incêndio. Já vi oito ou dez corpos", declarou um socorrista à imprensa.

Pelo menos sete bombeiros morreram e quatro estão desaparecidos, disse Reazul Karim, funcionário dos serviços de combate a incêndios. A gigantesca explosão sacudiu prédios a vários quilômetros de distância, segundo testemunhas.

"Um cilindro de oxigênio voou cerca de meio quilômetro do local do incêndio e caiu em um lago", comentou Mohgammad Ali, um lojista de 60 anos.

Bolas de fogo

(Com informações da AFP)


Leia mais

Leia também:
Gigantesco incêndio em fábrica de Bangladesh deixa ao menos 52 mortos
Explosão em mesquita deixa mortos e dezenas de feridos em Bangladesh
Incêndio em campo de refugiados rohingya em Bangladesh mata 15 e provoca deslocamento de 45 mil pessoas

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos