Transferência de uruguaio do São Paulo gera polêmica no Uruguai

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Sócios do Nacional cobram clube por negociação de volante uruguaio Gabriel Neves, que pode ficar livre em janeiro.
Sócios do Nacional cobram clube por negociação de volante uruguaio Gabriel Neves, que pode ficar livre em janeiro. Foto: (Miguel Schincariol/Getty Images)

A contratação do volante uruguaio Gabriel Neves, pelo São Paulo junto ao Nacional de Montevidéu, se tornou tema polêmico nas últimas semanas no Uruguai. A nova direção do clube uruguaio tem sido alvo frequente de cobranças por parte dos sócios do 'Bolso' por causa do tipo de negociação que foi feita.

Gabriel Neves teve seu vínculo com o Nacional rompido e, em agosto do ano passado, assinou seu compromisso com o São Paulo até o dia 31 de dezembro deste ano. De acordo com os registros financeiros do tricolor paulista, ele chegou de maneira definitiva, tendo os 100% dos direitos em seu balanço de 2021.

Leia também:

O anúncio do Nacional em seu perfil oficial no Twitter, porém, citava um empréstimo com opção de compra: "Nacional e São Paulo chegaram em um acordo pelo empréstimo com opção de compra do 'bigode' Gabriel Neves. Até sua volta, Gabi!".

Acontece, porém, que o São Paulo pagou diretamente ao jogador 300 mil dólares, aproximadamente R$ 1,5 milhão na cotação atual, em luvas, parceladas em três vezes, tendo a última parcela o vencimento para o mês de junho. O clube uruguaio não recebeu nenhum centavo pela negociação. Se, por ventura, o São Paulo desejar a permanência de Gabriel Neves até o fim do ano de 2025, o que não deve ser concretizado pelo clube paulista, terá de pagar mais 1,7 milhão de dólares, aproximadamente R$ 8,3 milhões na cotação atual, também como luvas, diretamente para o volante revelado pelo tricolor uruguaio.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos