Transmissão de Flamengo x Athletico: entenda por que seu vizinho grita gol antes de você

Quem acompanha futebol já deve ter se perguntado: "Por que os meus vizinhos gritam gol antes"? É um problema que muitas vezes estraga a experiência do torcedor: o temido delay. Afinal, é possível resolver isso e não perder a emoção por assistir com atraso?

Para tentar driblar esse incômodo, os torcedores criam diversos hábitos, como colocar fones de ouvido no último volume ou ouvir o jogo no rádio com a imagem muda da TV. Artifícios que muitos usarão na final da Libertadores neste sábado entre Flamengo e Athletico, às 17h.

Os torcedores que não viajaram para Guayaquil poderão acompanhar a decisão pelo SBT (TV aberta) e ESPN (TV fechada). Os assinantes da Star+, streaming do Grupo Disney, também terão acesso ao jogo.

Delay é quando há um atraso entre o instante em que as informações são transmitidas e o instante em que as informações são recebidas pelo destinatário (TV, smartfones, tablets e computadores).

As TVs por assinatura, por exemplo, têm delay de cerca de dois a três segundos em comparação com a TV digital. Por outro lado, os canais na TV por assinatura são mais rápidos, entre oito e 25 segundos, que os canais dos aplicativos disponibilizados por esses provedores.

Guilherme Temporão, professor do Centro de Estudos em Telecomunicações (Cetuc) da PUC-Rio, explica que é importante entender em que contexto está sendo utilizado o termo delay. Explica que, quando se fala em delay em transmissão ao vivo de jogo de futebol, não se refere ao atraso entre a transmissão e a recepção. E sim, entre o atraso entre as diferentes recepções.

É que há diferença entre quais os canais de comunicação o sinal usou para chegar até o receptor. Ele cita a radiodifusão, ondas de rádio, cabo e ainda a intenet. Este último é o que tem maior demora para transmitir o sinal.

— Diversas pessoas assistem a um mesmo jogo mas usam tecnologias diferentes. Tem o sinal da televisão digital, que era a antiga TV analógica. E esse sinal, normalmente se propaga pela atmosfera, por uma antena. E, em geral, o tempo que este sinal demora para chegar no receptor da pessoa que está assistindo o jogo é o mais curto que tem. É o sinal de radiodifusão, em que o sinal vai para uma antena e esta rebate o sinal para todos ao mesmo tempo — ensina Temporão, que lembra que os assinantes de TV por assinatura também podem receber o sinal por antena ou cabo, sem prejuízo de tempo. — Mas, sim, a TV aberta, geralmente, é a mais rápida. O tempo de chegada do sinal pela atmosfera é o mais eficiente.

Alessandro Maluf, diretor de produto vídeo da Claro, garante que não há diferença na velocidade do sinal entre a TV aberta e a TV por assinatura a cabo. Afirma que isso "já é passado". Mas quem tem TV por assinatura via satélite, receberá o sinal com poucos segundos de diferença. Ou seja, depois.

— É aquela antena no telhado, o tal pratinho. É que no caso do satélite, o sinal do jogo não vai da central direto para a casa do assinante. Ele vai da central para o satélite e depois para o consumidor. É muito rápido, mas tem diferença — comentou Maluf.

Fuja da internet

Temporão explica que, diferentemente da radiodifusão, no caso da internet, não há um tempo fixo de atraso entre o envio da informação e da recepção. Tudo depende da rota.

— A rota que o sinal seguirá não é fixa. Ela pode seguir por diversos caminhos e a decisão de qual será a rota depende de vários fatores, incluindo a rede, de conexão de alta ou baixa latência. Quem está mais perto do sinal, receberá antes porque a rota é menor. É rota física mesmo. E tem todo um gerenciamento inteligente para isso.