Transparência sem sutiã está em alta e os conservadores que aprendam a lidar com isso

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Bruna Marquezine e Florence Pugh (Foto: Getty Images e Manuela Scarpa/Brazil News)
Bruna Marquezine e Florence Pugh (Foto: Getty Images e Manuela Scarpa/Brazil News)

O ano é 2022 e, pelo visto, mamilos femininos ainda são polêmicos. Que o diga Florence Pugh, de "Viúva Negra", que usou transparência sem sutiã durante um desfile da Valentino, em Roma, e foi alvo de críticas nas redes sociais.

"Quando escolhi usar esse vestido incrível, tinha certeza de que não havia possibilidade de não receber comentários, bons ou ruins. Nós sabíamos exatamente o que estávamos fazendo. [...] Mas o que tem sido interessante de ver e testemunhar é quão fácil é para os homens destruírem o corpo de uma mulher. Vocês fazem isso publicamente, cheios de orgulho, e ainda deixam seus cargos e e-mails profissionais na bio", escreveu a atriz em parte de um pronunciamento no Instagram.

"Não é a primeira vez e certamente não será a última que uma mulher ouvirá o que há de errado com seu corpo por uma multidão de estranhos. É preocupante quão vulgar alguns de vocês, homens, podem ser. [...] Tantos de vocês queriam, de um jeito agressivo, que eu soubesse que ficaram desapontados com o tamanho dos meus peitos ou que eu deveria ficar envergonhada pela flacidez deles. Eu convivo com meu corpo há muito tempo. Sei bem como meus peitos são e não tenho medo deles", completou Florence em outro trecho do texto.

Florence Pugh (Foto: Getty Images)
Florence Pugh (Foto: Getty Images)

Há alguns meses, durante um evento de Yves Saint Laurent, em Paris, Bruna Marquezine passou pela mesma situação ao deixar os mamilos à mostra com uma regata transparente. "Relaxa, machista. A minha fama aqui é de atriz, modelo, fashionista, influenciadora, gente boa, gentil, educada, divertida e de uma baita de uma gostosa", respondeu ela, no Twitter, a um internauta que se dizia preocupado com a reputação de Bruna.

"Fui muito bem tratada a noite inteira por todos que cruzaram meu caminho. Não se preocupe comigo e nem com os meus peitos. E eu estou na Europa, aqui é normal. Não é essa cafonice do Brasil que só aceita ver teta em carro alegórico no Carnaval”, declarou a atriz a outro usuário da plataforma.

Bruna Marquezine (Foto: Fatti Arantes/@fatti_arantes_photography)
Bruna Marquezine (Foto: Fatti Arantes/@fatti_arantes_photography)

Anitta é outra famosa que já precisou se posicionar sobre a questão. Além do vestido transparente que usou esta semana em uma festa da Dolce & Gabbana, em 2020, a cantora foi para a balada com uma blusa, digamos, mais reveladora. "Mostrei o mesmo que daria para ver se a blusa estivesse em um homem: mamilos. Até cachorro tem mamilo", disparou ela quando uma seguidora questionou a transparência da peça.

Anitta (Foto: reprodução/Instagram/@anitta)
Anitta (Foto: reprodução/Instagram/@anitta)

Assim como as que são celebridades, as "anônimas" não estão livres desse tipo de julgamento. Então, é sempre bom destacar que o corpo da mulher não é público e transparência, decote e afins não são um passe livre para opiniões sexistas, muito menos um convite para o assédio.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos