Transplante de barba e cabelo: entenda como é a técnica realizada pelo ex-BBB Eliezer

O ex-participante do Big Brother Brasil 22, programa da TV Globo, Eliezer, compartilhou ontem no Instagram ter feito um transplante de cabelo e barba. O influencer contou ter decidido realizar o procedimento após ter visto o resultado positivo feito pelo cantor Wesley Safadão no último ano. O tratamento estético, realizado em Fortaleza, no Ceará, utilizou uma técnica moderna e não invasiva chamada de FUE. A cirurgia, que durou sete horas, foi bem sucedida, contou o ex-brother neste sábado.

Estudos sobre Alzheimer: Fracasso de drogas e denúncia de fraude geram crise na pesquisa sobre a demência

'Brazilian butt lift': Médicos brasileiros defendem cirurgia de bumbum que causou mortes nos EUA

— Foi ótimo o procedimento, não tive dor nenhuma (...). Tô doido para ver como o resultado vai ficar, mas demora alguns meses. Mas foi super indolor, não senti nada — contou Eliezer na rede social.

Segundo o relato do influencer, ele utilizou medicamentos para levar ao crescimento da barba, como o minoxidil, durante um ano. O médico David Pontes, responsável pelo transplante, contou também na rede social que isso mostra que já havia sido atingido o potencial máximo do remédio, e que agora o tratamento estético pode ampliar a área de crescimento.

Alzheimer e demência: Duas décadas de estudos mostram como a privação de sono afeta o cérebro

A cirurgia utilizou uma técnica chamada de Follicular Unit Extraction (FUE). Desenvolvida nos Estados Unidos, ela envolve a retirada dos folículos de uma região chamada de área doadora que são implementados na parte da barba em que se deseja o crescimento dos pelos.

O folículo é uma estrutura em formato de bolsa que fica dentro da pele, na hipoderme. Dentro dele é onde fica a raiz do fio capilar. Cada folículo consegue gerar cerca de 1 a 6 fios.

Dificuldades para ir ao banheiro? Saiba quais alimentos prendem ou soltam o intestino

Assim, é selecionada uma área doadora, região do corpo com alta densidade de folículos para que alguns sejam retirados. No caso do ex-bbb, foi utilizada parte do cabelo. Para isso, primeiro os fios são raspados e, durante a cirurgia, cada folículo é extraído um por um com um instrumento chamado micro punch e, então, inserido na barba.

— Teve que raspar essa lateral minha do cabelo para ser a área doadora. Então depois do procedimento, sempre vem um cabelereiro para acertar o cabelo e não ficar a parte raspada — contou Eliezer.

Risco de câncer: Estudo aponta dois principais fatores de risco para qualquer tipo de tumor; saiba quais são

A técnica pode ser utilizada também para transplante capilar. Além da barba, Eliezer fez o transplante para uma parte superior da testa. Após a realização FUE, os folículos capilares levam em torno de 90 dias para se desenvolverem e nascerem.

A modalidade é uma das mais indicadas para o implante de barba e cabelo, pois é considerada uma técnica não invasiva e não deixa cicatrizes perceptíveis na área doadora. Em casos de cabelos ralos, é possível utilizar folículos de outras partes do corpo, como a própria barba ou o tórax.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos