Transportadora na mira da CPI da Covid fez dezenas de saques em espécie, diz relatório do Coaf

·1 minuto de leitura

BRASÍLIA - Nas contas da transportadora VTC Log, há dezenas de saques em espécie com a justificativa de pagar serviços e funcionários, o que torna difícil identificar o destino dos valores, segundo aponta relatório do Coaf (Conselho de Controle de Atividades Financeiras), órgão combate à lavagem de dinheiro. A empresa, investigada pela CPI da Covid, centraliza os contratos de logística no Ministério da Saúde.

Procurada, a empresa disse que não iria se pronunciar. "A VTCLog não se manifesta sobre sobre vazamento ilegal, irresponsável e criminoso de dados sigilosos. A empresa sequer teve acesso ao conteúdo e tomará todas as medidas judiciais cabíveis", diz a firma em nota.

Em uma conta, houve 14 saques entre abril e julho de 2019 no total de R$ 440 mil. Em outra, foram seis saques em espécie em um intervalo de quatro dias em dezembro de 2020, totalizando R$ 276 mil. O Coaf registra que a movimentação "corresponde a contratos firmados com órgãos do governo" e segundo a empresa, é feita para "pagamento de serviços e fornecedores".

Na matéria completa, exclusiva para assinantes, o Coaf aponta também que há uma conta que foram sacados cinco cheques de R$ 49 mil, "valores próximos ao limite de comunicação ao órgão regulador", entre 23 de dezembro de 2020 e 12 de fevereiro de 2021.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos