Trauma torácico: entenda a lesão de Jeremy Renner, o ator de 'Gavião Arqueiro'

O ator Jeremy Renner, 52 anos, conhecido mundialmente por interpretar o papel do herói Gavião Arqueiro, de “os Vingadores”, da Marvel, está internado em estado crítico, mas estável, em um hospital de Nevada, Estados Unidos, nos EUA. O artista sofreu um acidente enquanto limpava a neve na estrada perto de sua casa no primeiro dia do ano. Um representante do ator afirmou que ele precisou passar por duas cirurgias.

Obesidade: Anvisa aprova injeção para perda de peso

Beber álcool corta o efeito do remédio: verdade ou mito?

“Podemos confirmar que Jeremy sofreu trauma torácico contuso e lesões ortopédicas e foi submetido a uma cirurgia. Ele já voltou da cirurgia e permanece na Unidade de terapia intensiva em estado crítico, mas estável”, diz o comunicado divulgado nesta segunda-feira.

Segundo relato de pessoas próximas ao ator e vizinhos, Renner tentava abrir caminho na estrada cheia de neve perto de sua casa quando a máquina, chamada de snowcat, passou por cima de uma das pernas do astro. Ele precisou ser levado de helicóptero ao hospital devido a gravidade do acidente.

O que é um trauma torácico?

Além das lesões ortopédicas, causada pela força aplicada da máquina em cima dos ossos das pernas do ator, que podem ter causado fraturas, contusões, luxações e lesões musculares, o comunicado aponta que o ator também sofreu trauma torácico, ou seja, uma lesão física que ocorre no peito, incluindo costelas, coração e pulmão, que em muitos casos pode levar a morte.

Ele é responsável por 25% de todas as lesões traumáticas.

Colesterol alto: cardiologista elenca os quatro piores alimentos para o problema

O problema pode ser causado por traumas contusos, como acidentes de carro, quedas e impactos em geral, lesões penetrantes (por arma de fogo ou arma branca) ou pela união de vários fatores, por exemplo, acidente automobilístico com contusão e lesão penetrante associadas.

Casos mais graves

Por se tratar de uma lesão que envolve a parte respiratória do sistema humana é muito comum que os pacientes com este tipo de condição apresentem dificuldade para respirar, o que pode agravar o quadro clínico da pessoa.

A respiração pode ser comprometida tanto por lesão direta nos pulmões (contusão pulmonar e ruptura traqueobrônquica) ou nas vias respiratórias (hemotórax, pneumotórax e tórax instável). Não se sabe detalhes de como o corpo do ator da Marvel foi afetado pela condição.

A circulação sanguínea também pode ser prejudicada por sangramentos que levam ao choque, diminuição do retorno venoso, prejudicando o enchimento cardíaco e causando hipotensão, ou seja, uma pressão arterial mito baixa que pode levar a desmaios, tonturas e morte. Lesões cardíacas diretas, resultando em insuficiência cardíaca.

Do jejum intermitente à dieta mediterrânea: 6 planos alimentares aprovados pela ciência para começar 2023

O trauma ainda pode gerar lesões sobrepostas umas às outras e em outras regiões, como no abdômen.

Tratamento

Devido ao grave risco de morte, os pacientes com sintomas de obstrução parcial ou completa das vias respiratórias devem ser imediatamente intubados para controlar a respiração. Na UTI, como é o caso de Renner, o tratamento é ainda mais intenso e depende do tipo de lesão que o paciente apresenta.

Câncer de pulmão: Por que algumas pessoas que fumam muito não desenvolvem a doença; entenda

Muitas vezes é necessário fazer uma drenagem torácica, em caso de um pneumotórax, ou seja, a presença de ar nos pulmões. Fisioterapia respiratória, assistência ventilatória. Em casos mais graves, como insuficiência respiratória, é necessário intubar o paciente.