TRE-DF inicia teste de integridade com biometria nas urnas

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - O TRE-DF (Tribunal Regional Eleitoral do Distrito Federal) começou a realizar o teste de integridade com biometria nas urnas na Escola Canadense, em Brasília, no início da manhã deste domingo (30).

"O teste aumenta ainda mais a credibilidade que a votação sempre teve", afirma Tunas Ferreira, 62, servidor público que foi o primeiro a participar do procedimento. Assim como eleitores que fizeram o teste no primeiro turno, ele avalia que o processo é rápido e transparente.

Cerimônia pública de carregamento e lacração da urnas eletrônicas na 1ª Zona Eleitoral, na região central de São Paulo

Ao sair da votação, o eleitor é convidado por um servidor para o teste, e deve assinar um termo de consentimento. Sua participação se restringe a liberar uma urna em outra sala com a sua biometria.

O Ministério Público, a Polícia Federal, auditores da Justiça Eleitoral e de outros órgãos acompanham o teste, que também é gravado em vídeo.