TRE manda apreender material de campanha de petista em São Bernardo do Campo

GÉSSICA BRANDINO
·1 minuto de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo expediu na noite desta terça-feira (10) uma ordem de busca e apreensão contra material de divulgação produzido pela campanha do candidato do PT em São Bernardo do Campo, Luiz Marinho, com ataques ao prefeito e candidato à reeleição na cidade, Orlando Morando (PSDB). Ao acolher a denúncia feita pela coligação tucana, a juíza eleitoral auxiliar de propaganda Carolina Nabarro Munhoz Rossi decidiu que o conteúdo impresso trazia "informações caluniosas e difamatórias contra o prefeito Orlando Morando na medida em que imputa-lhe a pecha de corrupto, de que estaria envolvido em "esquemas", fraude em contratos e ocultação de patrimônio". Segundo a campanha de Luiz Marinho, não houve apreensão, pois o material questionado já havia sido distribuído. "É um material crítico em relação ao candidato Orlando Morando baseado em reportagens veiculadas na imprensa e a campanha, tão logo seja intimada sobre o processo, apresentará sua defesa". A campanha eleitoral na cidade é marcada pela polarização entre o PSDB e o PT, com questionamentos na Justiça. Morando já entrou com duas ações judiciais contra o petista por danos morais e dois pedidos de explicação por difamação e calúnia. Segundo pesquisa Ibope realizada no início de novembro com 602 votantes, o tucano está isolado na disputa na cidade, com 48% das intenções de voto. Marinho aparece em segundo lugar, com 24%. A margem de erro é de 4 pontos percentuais para mais ou para menos.