TRE-MG faz alerta contra fiscais de eleições não credenciados

BELO HORIZONTE, MG (FOLHAPRESS) - O TRE-MG (Tribunal Regional Eleitoral) de Minas Gerais informou que eleitores se apresentaram como "fiscais" de um dos candidatos à presidência da República em seções de Belo Horizonte e de cidades do interior de Minas Gerais neste domingo (30).

O número exato de eleitores que se apresentaram desta maneira não foi revelado. Todos foram orientados a procurarem o partido do candidato que afirmaram representar.

O candidato à reeleição, Jair Bolsonaro (PL), ao longo dos últimos dias, tem incentivado militantes a se inscreverem em site na internet para, conforme o concorrente, se transformar em seus fiscais de urnas.

As listas oficiais de fiscais dos partidos estão nas seções, segundo o juiz diretor do gabinete institucional de segurança do TRE-MG, Paulo Tamburini. Se a pessoa se apresenta como fiscal, e o nome não está na lista, é orientada a procurar o seu partido.

"O prazo para esse credenciamento foi encerrado no dia 28 de outubro", disse o juiz. "Quem não foi credenciado junto ao TRE não é considerado fiscal", acrescentou.

O juiz fez o alerta para evitar que eleitores que não fizeram o credenciamento oficial da justiça eleitoral compareçam às seções de votação ao final do horário de votação.