Treinador de tênis é banido do esporte por manipulação de resultado

Sebastián Rivera, chileno, foi declarado culpado de 64 acusações de manipulação de resultados no tênis.
Sebastián Rivera, chileno, foi declarado culpado de 64 acusações de manipulação de resultados no tênis. Foto: (Getty Creative)

A Agência Internacional de Integridade do Tênis (ITIA) baniu o treinador de tênis chileno, Sebastián Rivera, por ter sido declarado culpado das 64 acusações de manipulação de resultados no esporte que recebeu, o número mais alto já detectado, de acordo com um comunicado emitido pela ITIA.

Julgado por Jane Mulcahy, auditora anticorrupção, Rivera recebeu, além da proibição de atuar no esporte para o resto da vida, uma multa de 250 mil dólares. O banimento o proíbe de treinar, jogar ou participar de qualquer evento de tênis autorizado ou sancionado pelos órgãos reguladores do tênis.

Leia também:

Sebastián Rivera teve seu índice mais alto no ranking da ATP como a 705ª posição e, segundo o comunicado, violou quatro seções do Programa Anticorrupção do Tênis. Ele teria oferecido dinheiro para que tivesse benefícios em partidas, teria tentado manipular resultados e teria interferido negativamente nos esforços dos atletas.

Ingressos para despedida de Federer custam até R$ 267 mil

Os torcedores que desejam acompanhar a Laver Cup, que será disputada em Londres, na Inglaterra, sofrerão no bolso para assistir a despedida do tenista suíço Roger Federer. Os ingressos para o último jogo do tenista como profissional estão chegando a valores astronômicos, cerca de R$ 267 mil por entrada. Os ingressos oficiais foram esgotados quase que instantaneamente assim que as vendas se abriram, mas no 'mercado paralelo', a revenda está com preços altíssimos, ultrapassando os 400% de aumento a partir do valor original. Ofertas são colocadas na Internet por valores de 1.700 a 46 mil libras esterlinas, aproximadamente R$ 10 mil e R$ 267 mil na cotação atual.