Trens de passageiros interestaduais têm horário alterado

Cristina Indio do Brasil – Agência Brasil

O serviço dos trens de passageiros da Estrada de Ferro Carajás (EFC) e da Estrada de Ferro Vitória a Minas (EFVM) será alterado a partir de sábado (21). Com a medida, a mineradora Vale, operadora das ferrovias, quer contribuir para conter a expansão do coronavírus na região.

De acordo com a companhia, para evitar aglomerações a bordo, a taxa de ocupação dos vagões será reduzida pela metade. Dessa forma, será possível aumentar o espaçamento entre as poltronas, conforme orientação da Organização Mundial da Saúde (OMS). “A higienização nos vagões, que já havia sido intensificada, será ainda mais frequente durante as viagens e nas paradas de manutenção”, informou a Vale, em nota.

Os passageiros estão recebendo orientações sobre como se prevenir da Covid-19 nas estações e dentro das composições. Como forma de evitar o deslocamento das pessoas aos pontos de vendas, a empresa lembra a possibilidade de compra de passagens pela internet. Para isso basta acessar o link da empresa.

No sentido Vitória-Belo Horizonte da Estrada de Ferro Vitória a Minas, o trem circulará às segundas, às quartas e às sextas. No sentido contrário que liga Belo Horizonte a Vitória, a circulação será às terças, às quintas e aos sábado. No domingo, o serviço fica suspenso em ambos os sentidos.

Não houve alteração, até o momento, nos dias, nos horários e na frequência no serviço que funciona na Estrada de Ferro Carajás. Os usuários que tiverem cancelamento de viagens ou escolherem a suspensão poderão pedir o reembolso. “Os passageiros que tiverem suas viagens canceladas, ou mesmo, que preferirem não viajar nesse momento de contingência, terão a opção de solicitar o reembolso do bilhete, no prazo de até 30 dias, ou a remarcação da passagem, sem custo adicional”, informou a Vale.

A empresa acrescentou que se mantém em contato com a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) e demais órgãos competentes para preservar a segurança dos passageiros e das operações. “A empresa acompanha os desdobramentos da pandemia e as medidas necessárias para a prevenção”, indicou.

Quem precisar de outras informações pode ligar para o canal de atendimento Alô Ferrovias 0800 285 7000.