Treze soldados morrem em emboscada no leste de Burkina Faso

Treze soldados foram mortos em uma emboscada por supostos jihadistas no leste de Burkina Faso no sábado, disseram fontes de segurança à AFP neste domingo.

"Uma unidade das Forças de Defesa e Segurança foi alvo de uma emboscada" em uma estrada que liga Fada N'Gourma a Natiaboani, na região leste de Burkina Faso, disse uma fonte de segurança.

"Treze soldados foram mortos e quatro ficaram feridos", acrescentou, afirmando que "vários terroristas foram neutralizados".

Outra fonte de segurança confirmou o ataque e o balanço, especificando que visava "uma equipe de socorro do destacamento de Natiaboani".

"Foram enviados reforços para proteger a área e realizar uma varredura", acrescentou.

Na segunda-feira, ocorreu um ataque em Djibo, uma grande cidade no norte de Burkina Faso que foi submetida a um bloqueio jihadista durante três meses, durante o qual uma dúzia de soldados morreram e cerca de cinquenta ficaram feridos.

Esses tipos de ataques se multiplicaram nos últimos meses, principalmente no norte e leste do país, e os dois últimos foram perpetrados após um golpe militar de 30 de setembro do capitão Ibrahim Traoré contra o tenente-coronel Paul-Henri Sandaogo Damiba.

Este é o segundo golpe em Burkina Faso em oito meses ligado à situação de segurança neste país, atormentado pela violência jihadista há sete anos.

ab-stb/jhd/mis/me/aa