TRF-1 derruba decisão que determinava retorno do lockdown no Distrito Federal

Melissa Duarte
·1 minuto de leitura

BRASÍLIA — O Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1) suspendeu a liminar da 3ª Vara Federal Cível do Distrito Federal que determinava que o governo do Distrito Federal deveria retomar as medidas restritivas a partir desta quinta-feira. Agora, comércio de rua, clubes, shoppings, bares e restaurantes poderão funcionar, com redução de horário e de lotação.

Na decisão publicada na noite de terça-feira, a juíza Katia Balbino de Carvalho Ferreira havia estipulado o fechamento do comércio, entre outras atividades, até que a lotação das UTIs alcançasse entre 80% e 85% e que a fila de pacientes com covid-19 à espera de UTI não ultrapassasse 100 pessoas.

Um dia antes, o governador Ibaneis Rocha (MDB) abrandou as restrições, apesar do recrudescimento da pandemia na capital federal, e permitiu o retorno às atividades comerciais, suspensas pelo lockdown decretado no fim de fevereiro. O toque de recolher, das 22h às 5h, continua vigente.