Tribunal Arbitral do Esporte nega recurso, e clubes da Rússia estão fora de competições da Uefa

O Tribunal Arbitral do Esporte (TAS) manteve nesta sexta-feira a exclusão de times da Rússia das principais competições de futebol organizadas pela UEFA na temporada 2022/23, incluindo a Liga dos Campeões. A corte negou o recurso apresentado pela federação e por quatro clubes russos, mantendo as decisões anteriores da própria UEFA e também da FIFA, que excluíram seleções e clubes russos de torneios internacionais após a invasão feita pelo país na Ucrânia.

Martín Fernandez: o que virá a seguir no futebol brasileiro? Tiros? Linchamento?

Lembra dela? Flórida Cup começa neste sábado; saiba quem joga e por que não há mais brasileiros

A seleção da Rússia já havia sido excluída das Eliminatórias para a Copa do Mundo do Catar e do Europeu feminino, vaga ocupada por Portugal. Além disso, os clubes do país não poderão mais participar dos torneios de clubes organizados pela Uefa na próxima temporada: Liga dos Campeões, Liga Europa e Liga Conferência.

“O painel considera lamentável que as atuais operações militares na Ucrânia, pelas quais os clubes de futebol russos e jogadores não têm responsabilidade, tenham, em razão das decisões da Fifa e da Uefa, um efeito tão adverso sobre eles e o futebol russo”, informou o TAS.

Punição: Justiça da Itália aceita denúncia por fraude em prova feita por Luís Suárez

Segundo o próprio TAS, a decisão “vai em linha com a posição da Uefa”, “pela necessidade de uma condução segura e ordenada dos eventos de futebol para o resto do mundo”.

Com a decisão, o atual campeão russo, o Zenit, está fora da fase de grupos da Liga dos Campeões, enquanto que o Sochi deixa o sorteio da terceira pré-eliminatória da Liga dos Campeões, marcado para a próxima segunda-feira.

O TAS ainda deve realizar uma série de decisões similares sobre outros casos envolvendo atletas e equipes russas em outras modalidades. Órgãos governamentais chancelaram a exclusão de times da Rússia por motivos de segurança, semelhantes aos citados pela Uefa.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos