Tribunal de SC vai gastar quase R$ 700 mil de verba pública para ter stand de tiro

Tribunal vai instalar stand de tiro em Corte - Foto: Getty Images
Tribunal vai instalar stand de tiro em Corte - Foto: Getty Images
  • Tribunal Regional do Trabalho em Florianópolis planeja construção de um stand de tiro na Corte

  • O projeto custará quase R$ 700 mil de dinheiro público

  • Apenas para compra de munição e alvos, os gastos devem ser de R$ 159 mil

O Tribunal Regional do Trabalho (TRT) da 12ª Região, em Florianópolis, Santa Catarina, desembolsará quase R$ 700 mil para ter um stand de tiro na Corte. Foi o que revelou a coluna Radar, da revista Veja, nesta quinta-feira (28).

A ordem para a construção do stand teria partido do presidente do Tribunal, o desembargador José Ernesto Manzi. E as centenas de milhares de reais sairiam de cofres públicos.

Entre os gastos previstos para o local de prática de disparos com armas de fogo, estão R$ 159 mil apenas para compra de alvos e munição.

Outros exemplos

Segundo o jornalista Robson Bonin, está não é a primeira vez que um tribunal decide investir dinheiro público em estruturas sem nenhuma relação com o Judiciário.

No início do ano, o Tribunal de Contas da União (TCU) realizou um projeto para a construção de uma academia de pilates e fisioterapia para ministros em Brasília.

Na ocasião, porém, o projeto de R$ 216 mil foi abortado após a divulgação dos valores que seriam gastos.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos