Tribunal Europeu dos Direitos Humanos declara "parcialmente admissível" queixa contra a Rússia

O Tribunal Europeu dos Direitos Humanos declarou que é "parcialmente admissível" a queixa apresentada pelos Países Baixos e pela Ucrânia contra a Rússia pelo seu alegado papel no abate de um avião da Malaysia Airlines em julho de 2014, no leste da Ucrânia. O Tribunal tomará uma decisão formal posteriormente.

O tribunal considerou o abate do avião e as acusações ucranianas de que Moscovo foi responsável por várias violações cometidas pelos separatistas das chamadas repúblicas de Donetsk e Lugansk.