Tribunal indefere chapa de candidato à Prefeitura de Porto Alegre

PAULA SPERB
·2 minuto de leitura

PORTO ALEGRE, RS (FOLHAPRESS) - O Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Sul (TRE-RS) indeferiu, na tarde desta segunda-feira (9), a chapa do candidato a prefeito de Porto Alegre, José Fortunati (PTB). Por unanimidade (seis votos), os desembargadores indeferiram o registro da candidatura. O relator do caso é o juiz Roberto Carvalho Fraga. O recurso contra a chapa de Fortunati é do candidato a vereador Luiz Armando de Oliveira (PRTB). O PRTB compõe a chapa do candidato a prefeito Sebastião Melo (MDB). Melo já foi vice-prefeito da capital gaúcha na gestão de Fortunati (2013-2016). Ambos disputam as eleições deste ano. A ação foi motivada porque o candidato a vice na chapa de de Fortunati, André Cecchini (Patriotas), não estaria filiado ao partido dentro do prazo legal, de 4 de abril de 2020. Segundo o recurso, Cecchini estaria filiado ao DEM até 5 de junho deste ano. A certidão de filiação ao Patriotas teria como data de validação 28 de outubro, segundo a Procuradoria Regional Eleitoral. A chapa de Fortunati deve recorrer ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Caso o recurso não seja julgado favoravelmente a tempo da eleição, Fortunati disputará na condição de sub judice. Segundo Everton Braz, presidente do PTB local, o recurso terá como embasamento "o documento emitido pela própria Justiça Eleitoral comprovando que Cecchini é membro da Executiva de seu partido, um dirigente partidário com certidão emitida pela própria Justiça Eleitoral e aceita pela Receita Federal". "O andamento do processo em nada altera a situação da chapa e o curso da campanha prossegue normalmente", afirmou Braz, em nota. A decisão embaralha ainda mais a eleição em Porto Alegre. Segundo a última pesquisa Ibope, de 29 de outubro, Manuela D'Ávila (PCdoB) tem 27% de intenção de votos e deve ir ao segundo turno. Porém, Fortunati, com 13%, está em segundo lugar tecnicamente empatado com o prefeito Nelson Marchezan Jr. (PSDB), que tem 14%, e Melo, também com 14%.