Troca de corpos pode ter infectado família com Covid-19 em SP

MÔNICA BERGAMO

SÃ PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Na cidade de Piracaia, no interior de São Paulo, o corpo de um paciente da Santa Casa Irmandade São Vicente de Paula, que havia sido diagnosticado com Covid-19, foi trocado e velado pela família de outro paciente que não havia sido infectado pelo novo coronavírus.

De acordo com a prefeitura do município, uma sindicância foi instaurada para apurar se a troca foi feita por funcionários do hospital ou pelo serviço funerário que prestou atendimento.

A família que velou o paciente infectado pelo novo coronavírus só foi informada posteriormente sobre o diagnóstico, segundo o portal de notícias Vio Mundo, que reproduz informações de um áudio que circula nas redes sociais dos habitantes locais.

Procurado pela coluna, o prefeito de Piracaia, Silvino Cintra (PSB-SP), não esclarece se os caixões estavam lacrados, conforme recomendação de autoridades sanitárias para velórios durante a pandemia do novo coronavírus.

"Ao contrário do áudio que acabou viralizando na cidade, não há razões para pânico, uma vez que todos envolvidos já se submeteram ao exame do Covid-19, sendo que um deles já acusou negativo", afirma a nota oficial da Prefeitura de Piracaia. Segundo o órgão, familiares e demais pessoas que tiveram contato com o paciente que recebeu o diagnóstico de Covid-19 encontram-se em isolamento.