Tropas israelenses matam palestino em operação na Cisjordânia, dizem médicos

·1 min de leitura
Palestinos carregam o corpo de Ahmed Odiyatm, que, segundo médicos, foi morto por forças israelenses durante um ataque, em Jericó

JERICÓ, Cisjordânia (Reuters) - Tropas israelenses mataram um palestino e feriram outros três durante uma operação de prisão na Cisjordânia ocupada nesta terça-feira, disse o Ministério da Saúde palestino.

Os militares israelenses disseram que seus soldados abriram fogo depois que pedras e bombas incendiárias foram lançadas contra eles quando entraram em um campo de refugiados perto da cidade de Jericó.

Israel intensificou as operações militares na Cisjordânia, onde os palestinos buscam um Estado independente, após uma série de ataques de rua letais em cidades israelenses no último mês.

O Ministério da Saúde palestino disse que um homem de 20 anos, Ahmed Ibrahim Oweidat, morreu após ser baleado na cabeça. Três pessoas ficaram feridas e estavam sendo tratadas no hospital.

O primeiro-ministro palestino, Muhammad Shtayyeh, condenou o assassinato e denunciou "crimes israelenses" na Cisjordânia.

Um porta-voz do Exército israelense afirmou que as tropas estavam realizando "atividades antiterroristas para prender suspeitos procurados" no Campo de Refugiados de Aqabat Jabr quando foram atacados por dezenas de palestinos.

"Os manifestantes queimaram pneus e atiraram pedras e coquetéis molotov nos soldados. Os soldados responderam com meios de dispersão de distúrbios e munição real", disse o porta-voz, acrescentando que nenhum soldado israelense ficou ferido.

Testemunhas confirmaram que os palestinos atiraram pedras nas tropas. Dois palestinos, pai e filho, foram detidos pelas forças israelenses, disseram moradores.

Desde 22 de março, agressores árabes mataram 14 pessoas em Israel, incluindo três policiais, e as forças israelenses mataram pelo menos 17 palestinos, entre eles homens armados e civis, na Cisjordânia, segundo médicos.

(Reportagem de Ali Sawafta)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos