Tropas ucranianas podem ser obrigadas a recuar de Severodonetsk, afirma governador

As tropas ucranianas talvez tenham que recuar de Severodonetsk, uma cidade estratégica do leste do país "bombardeada as 24 horas do dia", e seguir para posições mais protegidas, afirmou nesta quarta-feira (8) o governador regional.

"É possível que tenhamos que recuar", declarou o governador da região de Lugansk, Serguei Gaiday, em entrevista ao canal 1+1. A cidade está parcialmente controlada pelos russos há vários dias.

Gaiday destacou, no entanto, que um recuo não seria o equivalente a abandonar definitivamente a cidade crucial para o controle do conjunto da bacia de mineração do Donbass.

"Há bombardeios por todas as partes, as 24 horas do dia. E a Rússia concentra todas as forças na região", disse.

O ministro russo da Defesa afirmou na terça-feira que as áreas residenciais de Severodonetsk "foram libertadas por completo".

"A tomada de controle desta zona industrial e das localidades vizinhas continua", afirmou o ministro Serguei Shoigu em um raro discurso exibido na televisão.

Severodonetsk e a cidade gêmea de Lysychansk são o último grande núcleo urbano controlado pelos ucranianos na região de Lugansk.

Atualmente são os principais campos de batalha. A conquista das duas abriria o caminho da Rússia para Kramatorsk, a capital administrativa de fato do Donbass, formado pelas regiões de Donetsk e Lugansk, das quais os separatistas pró-Rússia controlam uma parte desde 2014.

bur-neo/cat/mar/es/fp

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos