Tropas ucranianas são recebidas com animação em Kherson após retirada da Rússia

Vídeo mostra celebração em Kherson

Por Jonathan Landay

BLAHODATNE, Ucrânia (Reuters) - Tropas ucranianas foram recebidas por moradores alegres no centro de Kherson nesta sexta-feira, depois que a Rússia abandonou a única capital regional que havia capturado desde sua invasão em fevereiro.

A Rússia disse que retirou 30.000 soldados através do rio Dnipro sem perder um único deles, mas Kiev pintou um retrato caótico, com soldados russos abandonando uniformes, armas e se afogando enquanto tentavam fugir.

Imagens de vídeo verificadas pela Reuters mostraram dezenas de ucranianos aplaudindo e cantando slogans de vitória na praça central de Kherson, onde as primeiras tropas ucranianas a chegar tiraram selfies na multidão.

Enquanto as forças ucranianas avançavam durante uma das retiradas russas mais rápidas e humilhantes da guerra, moradores saíram de seus esconderijos para descrever meses sob ocupação de tropas russas que, segundo eles, mataram moradores e saquearam casas.

Na vila recém-recapturada de Blahodatne, 20 km ao norte de Kherson, soldados ucranianos estavam assumindo posições. Na entrada da vila, tropas ucranianas examinaram um grande estoque de morteiros de 120 milímetros abandonado pelos russos em um armazém em ruínas.

Serhiy Khlan, membro do conselho regional da Ucrânia para Kherson, disse que a capital regional Kherson está agora quase totalmente sob o controle das forças ucranianas.

Um grande número de soldados russos se afogou no rio tentando escapar e outros vestiram roupas civis, afirmou ele, aconselhando os moradores a não deixarem suas casas enquanto as buscas pelas tropas russas restantes aconteciam.

Mais cedo, o Ministério da Defesa russo disse que encerrou sua retirada da margem ocidental do rio Dnipro, onde fica Kherson, apenas dois dias depois de Moscou anunciar a retirada.

"Nenhuma unidade de equipamento militar ou arma foi deixada na margem direita (ocidental). Todos os militares russos cruzaram para a margem esquerda", acrescentou, dizendo que a Rússia não sofreu nenhuma perda de equipe ou equipamento durante a retirada.

O ministro da Defesa da Ucrânia, Oleksii Reznikov, disse à Reuters na quinta-feira que levaria pelo menos uma semana para a Rússia se retirar de Kherson.

A saída de Kherson é a terceira grande retirada russa da guerra e a primeira a envolver o abandono de uma cidade tão grande ocupada. As forças de Moscou foram afastadas em março dos arredores da capital Kiev e expulsas da região de Kharkiv em setembro.

A província de Kherson é uma das quatro que o presidente russo, Vladimir Putin, afirmou ter anexado da Ucrânia no final de setembro. A perda da capital regional parece acabar com os sonhos expressos por alguns russos de tomar toda a costa ucraniana do Mar Negro, embora o porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, tenha dito que o status de anexação da região permanece inalterado.

(Reportagem de Jonathan Landay em Blahodatne, Tom Balmforth e Max Hunder em Kiev)