Trump aceita convite de Xi para fazer visita oficial à China (Tillerson)

A primeira-dama Melania Trump e o presidente americano Donald Trump à direita, e o presidente chinês Xi Jinping e sua esposa Peng Liyuan, em Mar-a-Lago, Flórida, no dia 6 de abril de 2017

O presidente americano, Donald Trump, aceitou o convite de seu contraparte chinês, Xi Jinping, de visitar oficialmente a potência asiática em uma data ainda a determinar, disse na sexta-feira o secretário de Estado americano, Rex Tillerson.

Os dois chefes de Estado celebraram o primeiro encontro frente à frente em Mar-a-Lago, residência e resort de Trump na Flórida.

Os líderes das maiores potências econômicas do mundo celebraram ali sua primeira cúpula na quinta e na sexta-feiras, onde discutiram a situação na Síria, o programa nuclear da Coreia do Norte e o comércio entre os Estados Unidos e a China.

O bombardeio, na quinta-feira, dos Estados Unidos contra uma base do Exército sírio, em resposta a um ataque químico do qual Washington responsabiliza Damasco, dominou o encontro entre os dois líderes.

Mas Trump parecia confiante no sucesso de sua reunião com Xi. "Tivemos um avanço formidável na nossa relação com a China", disse.