Trump alerta para risco de 'conflito grande' com Coreia do Norte

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, alertou na quinta-feira (27) para o risco de um "grande conflito" com a Coreia do Norte, mas disse esperar resolver o impasse sobre o programa nuclear do país por meio da diplomacia.

"Há um risco de que nós acabemos tendo um grande, grande conflito com a Coreia do Norte. Absolutamente", disse Trump em entrevista à agência de notícias Reuters. "Nós amaríamos resolver as coisas diplomaticamente, mas é muito difícil."

O republicano também elogiou o presidente da China, Xi Jinping, por sua ajuda em conter as ameaças militares do país vizinho. "Eu acredito que ele está se esforçando muito. Ele certamente não quer ver caos e morte", afirmou.

Questionado se pensa que o ditador norte-coreano, Kim Jong-un, age racionalmente, Trump lembrou que ele chegou ao poder quando ainda era muito jovem.

"Ele tinha 27 anos. O pai dele morre, ele assume um regime. Então diga o que você quiser, mas isso não é fácil, especialmente nessa idade. Não quero dar crédito a ele, só estou dizendo que é algo muito difícil de se fazer. Sobre ele ser racional ou não, eu não tenho opinião. Espero que ele seja racional", declarou.

Nas últimas semanas, cresceram as tensões na península Coreana, com trocas de acusações e ameaças praticamente diárias entre a Coreia do Norte e os EUA.

Em meio a exercícios militares e testes de míssil do regime de Pyongyang, que também busca desenvolver a bomba nuclear, os EUA enviaram um porta-aviões e para a região e começaram a instalação de um sistema antimíssil na Coreia do Sul.

Analistas avaliam ser improvável que os EUA iniciem um conflito militar na região, devido ao risco de um alto custo humanitário ante benefícios geopolíticos relativamente baixos.