Trump anuncia que os EUA retomaram negociações com Talibã afegão

O presidente Donald Trump serve a ceia de Ação de Graças a soldados na base aérea de Bagram, no Afeganistão, em 28 de novembro de 2019

O presidente americano, Donald Trump, afirmou nesta quinta-feira (28) que os Estados Unidos retomaram as negociações com o Talibã, durante uma visita não anunciada ao Afeganistão para celebrar o feriado de Dia de Ação de Graças com as tropas dos EUA.

"O Talibã quer fazer um acordo e nós vamos nos encontrar com eles. Vínhamos dizendo que é preciso fazer um cessar-fogo", disse Trump à imprensa.

"Eles (os talibãs) não queriam um cessar-fogo, agora querem um cessar-fogo", acrescentou o presidente, após se reunir com o contraparte afegão, Ashraf Ghani, na base militar de Bagram, onde Trump discursou para as tropas.

"Ficaremos aqui enquanto não houver acordo ou até que aconteça uma vitória total, e eles querem de verdade este acordo", destacou Trump.

O presidente americano viajou em sigilo da Flórida na quarta-feira e a notícia de sua chegada ao Afeganistão não foi divulgada até sua chegada à base.

O Dia de Ação de Graças é a festa mais importante para os Estados Unidos e Trump posou com soldados e serviu peru, como é a tradição.

"Viajamos 8.331 milhas para estar aqui esta noite com um único motivo: dizer-lhes em pessoa que este Dia de Ação de Graças é especial, que tudo vai muito bem, que nosso país é mais forte economicamente do que jamais foi", disse Trump.