Trump declara fim de "guerra ao carvão" e começa a desmanchar legado de Obama

Washington, 28 mar (EFE).- O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, declarou nesta terça-feira que a "guerra ao carvão" terminou, ao prometer o cancelamento de regulações do governo federal que estão "matando empregos" antes de assinar um decreto para começar a desmantelar o legado climático de seu antecessor na Casa Branca, Barack Obama.

Uma peça-chave do decreto de Trump, assinado na sede da Agência de Proteção Meio Ambiental (EPA, na sigla em inglês) em Washington, é o fato de eliminar o requisito de que as agências do governo federal considerem o impacto para a mudança climática em sua tomada de decisões.

Além disso, Trump antecipou uma "nova revolução energética", centrada em fomentar a produção nacional. EFE