Trump diz que está processando Facebook, Twitter e Google, alegando viés

·1 minuto de leitura
Ex-presidente dos EUA Donald Trump

Por Jason Lange e Jan Wolfe

WASHINGTON (Reuters) - O ex-presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse nesta quarta-feira que estava entrando com ações judiciais contra Twitter, Facebook e Google, da Alphabet, bem como seus principais executivos, alegando que eles silenciariam pontos de vista conservadores.

Trump disse que entrou com os processos em um tribunal federal na Flórida. Ele disse que buscaria o status de ação coletiva nas ações, que buscariam restituição e danos punitivos. Ele não especificou quem eram os outros integrantes da ação.

O ex-presidente perdeu seu megafone de mídia social no começo do ano, depois de várias vezes alegar falsamente que sua derrota nas eleições foi o resultado de uma fraude generalizada --afirmação que foi rejeitada por vários tribunais, funcionários eleitorais estaduais e membros de sua própria administração.

Centenas de seus apoiadores realizaram um ataque violento ao Capitólio dos Estados Unidos em 6 de janeiro, com a morte de uma pessoa, depois que Trump repetiu essas falsas afirmações em um discurso inflamado perto da Casa Branca.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos