Trump diz que sua filha Ivanka estava fora de questões eleitorais

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Ivanka Trump é vista em uma tela de vídeo durante audiência pública do comitê da Câmara para investigar ataque de 6 de janeiro ao Capitólio dos EUA
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

(Corrige no título nome para Ivanka, em lugar de Ivana)

Por Alexandra Ulmer

(Reuters) - Ivanka Trump estava for a de questões eleitorais após a eleição presidencial norte-americana de 2020, afirmou seu pai, o ex-presidente Donald Trump nesta sexta-feira, após a exibição de um depoimento no qual ela diz que não acreditava nas acusações de Trump sobre fraude eleitoral.

Um painel do Congresso norte-americano que investiga o ataque de 6 de janeiro de 2021 ao Capitólio exibiu na quinta-feira um depoimento gravado no qual Ivanka Trump disse que não acreditava nas falsas afirmações de Trump de que a eleição presidencial de 2020 havia sido roubada.

Em uma publicação na plataforma de rede social Truth Social na sexta-feira, Trump tentou minimizar o envolvimento de sua filha nas iniciativas para contestar o resultado da eleição. Ivanka Trump foi uma das aliadas mais próximas de seu pai durante os quatro anos dele na Casa Branca.

"Ivanka Trump não esteve envolvida em observar ou estudar os resultados eleitorais. Ela já havia saído fora e estava, na minha opinião, apenas tentando ser respeitosa com Bill Barr e seu cargo de procurador-geral (ele era péssimo!)", disse Trump.

Trump fez referência ao depoimento em vídeo de Ivanka, feito em abril, e no qual ela diz acreditar na avaliação do então procurador-geral, William Barr, de que não havia evidências significativas de fraude durante as eleições.

"Eu respeito o procurador-geral (William) Barr. Então aceitei o que ele estava dizendo", disse Ivanka Trump a investigadores do Congresso.

A Reuters não conseguiu localizar o porta-voz de Ivanka Trump. Não houve resposta imediata a um pedido de comentário feito por mensagem privada à sua conta de Instagram.

(Reportagem de Alexandra Ulmer)

((Tradução Redação São Paulo, 5511 56447702)) REUTERS AC

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos