Trump e filhos devem depor em processo civil em NY na semana que vem

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Ex-presidente dos EUA Donald Trump
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

Por Karen Freifeld

NOVA YORK (Reuters) - O ex-presidente dos Estados Unidos Donald Trump deve depor em uma investigação civil da procuradora-geral de Nova York sobre suas práticas empresariais na semana que vem, e não na sexta-feira como havia sido marcado anteriormente, de acordo com uma pessoa familiarizada com o assunto.

A filha de Trump, Ivanka, e o filho Donald Jr. também serão interrogados sob juramento na semana que vem, afirmou a pessoa.

Um acordo definido pela corte no dia 8 de junho pediu que os três compareçam para depor a partir da sexta-feira, 15 de julho, concluindo na semana seguinte.

Uma porta-voz da procuradora-geral de Nova York, Letitia James, não quis comentar.

Em janeiro, James disse que a investigação descobriu uma evidência significativa de que as Organizações Trump, que administram hotéis, campos de golfe e outros ativos imobiliários, exagerou valores de ativos para obter empréstimos favoráveis e subdeclarou os valores para conseguir isenções fiscais.

Os Trumps tentavam evitar os interrogatórios. Os depoimentos não serão realizados em público.

Alina Habba, uma advogada de Trump, não respondeu aos pedidos por comentários. Um advogado dos filhos adultos de Trump não quis comentar.

O republicano Trump nega ter cometido qualquer irregularidade, e diz que a investigação tem motivações políticas. James é democrata.

(Reportagem de Karen Freifeld)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos