Trump e líder do Talibã conversam por telefone sobre acordo bilateral

NHK (emissora pública de televisão do Japão)

O Talibã afirma que uma de suas principais autoridades conversou ao telefone com o presidente americano na terça-feira (3) para confirmar a implementação de um acordo de paz bilateral. O telefonema seria a primeira conversação realizada entre um presidente dos Estados Unidos e um líder do Talibã.

O acordo, que inclui a retirada de forças americanas do Afeganistão, foi assinado pelos EUA e o Talibã no sábado em Qatar.

O grupo afegão antigoverno afirmou em uma declaração que o mulá Abdul Ghani Baradar, segundo na cadeia de comando do movimento, apreciava o acordo bilateral.

Donald Trump declarou à imprensa que o governo teve uma boa conversa com o líder do Taliban e que ambos os lados queriam dar fim à violência.

Em seu documento, o Talibã também mencionou que o secretário de Estado americano, Mike Pompeo, deve conversar em breve com o presidente do Afeganistão, Ashraf Ghani. Isso visaria coordenar negociações entre o Talibã e o governo afegão planejadas para este mês.

Ainda não está claro, no entanto, se os dois lados irão se reunir à mesa de negociações, pois eles continuam a discordar quanto à libertação de prisioneiros em ambos os lados, uma pré-condição para as discussões.