Zelaya diz que Lula está sendo processado por enfrentar EUA e conservadores

Tegucigalpa, 5 abr (EFE).- Manuel Zelaya, que foi deposto da presidência de Honduras em 2009, afirmou nesta quinta-feira que o processo judicial contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva se deve ao fato de que enfrentou os Estados Unidos e não obedeceu quem governa o Brasil.

"Lula é inocente, socialista e líder político latino-americano. O seu pecado foi enfrentar os Estados Unidos, abrir as relações Sul-Sul e não obedecer aos conservadores que governam o Brasil", escreveu Zelaya em mensagem na sua conta do Twitter.

O juiz federal Sergio Moro decretou hoje a prisão de Lula, condenado a 12 anos e um mês de prisão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro no caso do triplex do Guarujá.

A decisão de Moro é divulgada menos de um dia depois de o Supremo Tribunal Federal negar ao ex-presidente um habeas corpus com o qual pretendia evitar sua prisão antes de esgotar todas as apelações em instâncias superiores. EFE