Trump ignora pressão de republicanos para evitar repetir falsas alegações sobre eleição

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Donald Trump discursa em Washington
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

Por David Morgan e Eric Beech

WASHINGTON (Reuters) - O ex-presidente dos Estados Unidos Donald Trump ignorou pressão de colegas republicanos para evitar repetir suas falsas alegações de que a eleição de 2020 foi roubada, insistindo, nesta terça-feira, que conquistou um segundo mandato e que não permitirá que seus inimigos impeçam seu retorno à Casa Branca.

No seu primeiro discurso em Washington desde que deixou o poder 18 meses atrás, o ex-presidente ficou próximo de declarar sua candidatura à eleição presidencial de 2024, e projetou que os republicanos recuperariam o Senado, a Câmara e a Casa Branca.

“Concorri a primeira vez e venci. Concorri uma segunda vez e fui muito melhor... e sabe o quê? Essa será a história por muito tempo, que vergonha que foi. Mas talvez tenhamos que fazer isso de novo”, disse Trump, em um discurso de 93 minutos ao instituto conservador America First Policy.

Mike Pence, que foi o vice-presidente de Trump e pode concorrer à Casa Branca em 2024, se distanciou das repetidas alegações falsas de Trump sobre a eleição, dizendo em outro evento, mais cedo na capital dos EUA, que os conservadores precisavam focar no futuro para vencer.

Trump usou o seu discurso para pintar uma imagem de um EUA atormentado por crime, violências, drogas e invasão de imigrantes ilegais. Ele previu um futuro governo federal controlado por republicanos que, segundo ele, deveria impor a pena de morte a traficantes, usar a Guarda Nacional para acabar com a violência nos estados e cidades e realocar moradores de rua urbanos em acampamentos nas periferias das cidades norte-americanas.

Semana passada, o comitê do Congresso investigando o ataque de 6 de janeiro de 2021 contra o Capitólio descreveu que Trump ignorou pedidos da família e de assessores para intervir, enquanto assistira a seus apoiadores ao vivo pela televisão atacarem o prédio do Congresso durante horas, em uma tentativa fracassada de interromper a certificação da sua derrota.

Trump disse que o painel é formado por “lacaios e capangas”.

((Tradução Redação Rio de Janeiro))

REUTERS PF

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos