Trump intensifica ataques a Musk após críticas do empresário

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Donald Trump, ex-presidente dos Estados Unidos
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

12 Jul (Reuters) - Donald Trump intensificou os ataques ao presidente-executivo da Tesla, Elon Musk, na terça-feira, depois que o empresário disse que Trump era velho demais para se tornar o próximo presidente dos Estados Unidos e que precisava "tocar o barco".

O ex-presidente dos Estados Unidos disse que Musk teria "implorado" por subsídios do governo, em uma mensagem em seu próprio aplicativo de mídia social, Truth Social.

"Quando Elon Musk veio à Casa Branca me pedindo ajuda em todos os seus muitos projetos subsidiados, sejam carros elétricos que não duram o suficiente, carros autônomos que colidem ou foguetes para lugar nenhum, sem os tais subsídios ele seria inútil e me disse como ele era um grande fã de Trump e republicano, eu poderia ter dito, "caia de joelhos e implore", e ele teria feito isso", escreveu Trump.

Em resposta, Musk tuitou: "Lmaooo" - abreviação de "rindo pra caramba".

Musk disse na segunda-feira: "Eu não odeio o homem, mas é hora de Trump pendurar o chapéu e tocar o barco".

Musk, que disse anteriormente que estava inclinado a apoiar o governador da Flórida, Ron DeSantis, para presidente em 2024, disse que DeSantis derrotaria facilmente o presidente Joe Biden na eleição.

Os comentários de Musk foram em resposta às declarações de Trump em um comício no sábado, onde chamou Musk de "artista besteirol" por alegar que nunca havia votado nos republicanos até junho deste ano. “Ele me disse que votou em mim”, disse Trump.

(Por Hyunjoo Jin, Shivam Patel e Ann Maria Shibu)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos