Trump volta a pedir votos para Bolsonaro e diz que Lula é 'um lunático radical'

O ex-presidente dos Estados Unidos Donald Trump voltou a pedir votos para o candidato Jair Bolsonaro (PL) no segundo turno do próximo domingo. Em mensagem divulgada nesta sexta-feira em sua rede social, Trump disse que "Lulu", em referência ao candidato Luiz Inácio Lula da Silva (PT), é um "lunático esquerdista radical", que destruirá o país e todo o progresso que já foi feito pelo atual presidente Bolsonaro. O Republicano ressaltou que o candidato à reeleção é o presidente que qualquer país do mundo gostaria de ter, como já havia feito num vídeo de apoio lançado às vésperas do primeiro turno.

Guia segundo turno eleições 2022: o que levar, horário, local e como justificar o voto

Debates na Globo para governador e presidente no segundo turno: horário, datas, candidatos e estados

“No domingo, vote no presidente Jair Bolsonaro. Ele nunca te decepcionará!", diz Trump, que descreve o brasileiro como "um grande e respeitado líder, que também é um grande cara com um grande coração . "Domingo é um grande dia para o Brasil e para o mundo".

O ex-presidente dos EUA já havia postado um vídeo em apoio a Bolsonaro no primeiro turno, em que disse que o Brasil teria uma grande oportunidade de reeleger "um líder fantástico".

Em 2021, apoiadores de Trump invadiram o Capitólio em Washington em uma tentativa de impedir que o Congresso confirmasse a derrota eleitoral do magnata republicano para o democrata Joe Biden. Durante a campanha, Bolsonaro já questionou algumas vezes, sem provas, o sistema de votação eletrônica, o que levanta temores de que ele não aceite uma eventual derrota e que haja reações como as vistas nos Estados Unidos.