TSE adquire mais de 32 mil urnas eletrônicas por R$ 138 milhões

Carolina Brígido
·1 minuto de leitura

BRASÍLIA — O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) comprou mais 32.609 urnas eletrônicas. O custo com os novos equipamentos foi R$ 138 milhões. As novas urnas devem ser entregues no início de 2022 e serão usados nas próximas eleições majoritárias, em que serão escolhidos o presidente da República, governadores, senadores, deputados federais e deputados estaduais.

O contrato entre o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e a Positivo Tecnologia S.A foi publicado no Diário Oficial da União (DOU) da última quinta-feira. A empresa foi a vencedora da licitação iniciada em 2019 para a fabricação dos dispositivos. Contando com os equipamentos novos, serão usadas 577.125 urnas nas eleições de 2022.