TSE aprova federações de PSDB com Cidadania e de PSOL com Rede

Plenário do TSE em Brasília

Por Ricardo Brito

BRASÍLIA (Reuters) - O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) aprovou nesta quinta-feira a formação de mais duas federações partidárias, desta vez a do PSDB com o Cidadania e do PSOL com a Rede Sustentabilidade.

Na terça-feira, o tribunal havia chancelado a criação da federação Brasil da Esperança, integrada por PCdoB, PT e PV.

Com a decisão, essas três federações vão atuar na próxima legislatura --de 2023 a 2026-- como se fosse um único partido, devendo dividir recursos do fundo partidário, tempo de televisão e dispondo do mesmo conteúdo programático.

Partidos têm adotado a estratégia de se unirem em uma federação também para ultrapassarem a chamada cláusula de barreira, restrição que reduz o funcionamento parlamentar de uma legenda caso ela não alcance sozinha um número mínimo de deputados federais eleitos.

Com a formação de federações, os partidos também não podem lançar candidatos concorrentes para cargos majoritários nas eleições deste ano e no pleito municipal de 2024.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos