TSE derruba publicações de Janones que ligam Bolsonaro à suspensão do piso da enfermagem

***ARQUIVO*** RIO DE JANEIRO, RJ, BRASIL, 29-04-2022 - O ministro Luís Roberto Barroso, durante seminário
***ARQUIVO*** RIO DE JANEIRO, RJ, BRASIL, 29-04-2022 - O ministro Luís Roberto Barroso, durante seminário

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - O ministro Paulo de Tarso Vieira Sanseverino, do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), determinou nesta quinta-feira (8) a remoção de publicações do candidato a deputado federal André Janones (Avante-MG) que associam o presidente Jair Bolsonaro (PL) à suspensão do piso salariam nacional da enfermagem.

Na ação, a coligação de Bolsonaro afirma que Janones, aliado do ex-presidente Lula (PT), sabia que a informação era falsa e mesmo assim fez a publicação.

O piso da enfermagem foi suspenso por decisão do ministro Luís Roberto Barroso, do STF (Supremo Tribunal Federal).

O representado, que é candidato a deputado federal nas eleições de 2022, divulgou informações falsas em seus perfis de rede social mesmo diante da certeza de que o conteúdo publicado era inverídico, conduta esta que foi repreendida, inclusive, por alguns veículos de comunicação social", afirmou o Sanseverino.

O ministro concedeu decisão liminar (urgente e provisória) determinando que Twitter e Facebook suspendam as publicações até julgamento definitivo do TSE sobre o caso. Ele também abriu espaço para manifestações de Janones e do Ministério Público Eleitoral.