Tsitsipas detona Djokovic: “Faz maioria parecer tola”

·2 min de leitura
Tsitsipas perdeu a decisão de Roland Garros em 2021 para Djokovic. Foto: Tim Clayton/Corbis via Getty Images
Tsitsipas perdeu a decisão de Roland Garros em 2021 para Djokovic. Foto: Tim Clayton/Corbis via Getty Images

Um novo capítulo na polêmica participação de Novak Djokovic no Australian Open. O sorteio das chaves foi atrasado em 75 minutos diante das incertezas sobre a presença do cabeça de chave número 1 do torneio.

O atraso causou indignação em Stefanos Tsitsipas, número quatro do mundo, que se mostrou incomodado com a polêmica em torno do sérvio, autorizado a entrar na Austrália mesmo sem ter se vacinado contra a Covid-19.

Leia também:

O grego foi duro em entrevista ao canal indiano WION, reproduzida pela agência de notícia Reuters, e deixou claro não ter gostado da diferença de tratamento aos tenistas.

“Com certeza ele está jogando pelas próprias regras e está fazendo algo que não muitos tenistas têm coragem de fazer, especialmente depois que a ATP anunciou certos critérios para os jogadores entrarem no país”, analisou.

“Ninguém realmente pensou que poderia vir para a Austrália sem estar vacinado e sem seguir os protocolos. É preciso muita ousadia para fazer e colocar o Grand Slam em risco, o que não acho que muitos jogadores fariam”, disse o rival de Djoko na final do Roland Garros do ano passado.

Quando questionado se o sérvio deveria jogar, Tsitsipas tentou fugir da polêmica e responder diretamente a pergunta, mas não economizou na crítica ao sistema.

“Há duas formas de olhar para isso. Por um lado quase todos os jogadores estão completamente vacinados e seguiram os protocolos para estar na Austrália. Por outro lado, parece que nem todos estão jogando pelas regras. Uma muito pequena minoria escolhe seguir o próprio caminho, o que meio que faz a maioria de nós parecer tolos”, disparou.

Tsitsipas também era contra a obrigatoriedade da vacinação, dizendo que temia efeitos colaterais. Após receber críticas do governo grego, o tenista voltou atrás e aderiu à vacinação.

A ATP fez um levantamento com os 100 melhores tenistas do ranking mundial e informou que somente três optaram por não se imunizarem contra a covid-19.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos