TSMC diz que não divulgou nenhum dado detalhado de clientes em resposta ao pedido dos EUA

·1 min de leitura

Por Yimou Lee

TAIPEI (Reuters) - A Taiwan Semiconductor Manufacturing (TSMC), disse nesta segunda-feira que não divulgou informações detalhadas sobre os clientes em sua resposta a um pedido de dados de chips dos Estados Unidos.

O governo norte-americano solicitou informações voluntárias a várias empresas, incluindo a Samsung Electronics e a SK Hynix, além da TSMC, para que possa entender melhor a escassez global de chips. Os EUA estabeleceram o prazo de 8 de novembro para o envio das informações.

O pedido, porém, gerou preocupações na indústria sobre segredos comerciais. As empresas sul-coreanas - as duas maiores fabricantes mundiais de chips de memória - planejam omitir informações detalhadas ao fornecer dados a Washington, disseram duas fontes na semana passada.

A TSMC, um grande fornecedor da Apple, disse que respondeu ao pedido dos EUA para ajudar a resolver a escassez de semicondutores.

A fabricante de chips não deu mais detalhes, mas disse que continua "comprometida em proteger a confidencialidade de nossos clientes como sempre, garantindo que nenhuma informação específica do cliente seja divulgada na resposta".

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos