TSMC levantará US$9 bi para expansão e abrirá subsidiária no Japão

Ben Blanchard
·1 minuto de leitura
TSMC levantará US$9 bi para expansão

Por Ben Blanchard

TAIPEI (Reuters) - A Taiwan Semiconductor Manufacturing (TSMC) disse nesta terça-feira que captará quase 9 bilhões de dólares nos mercados de dívida para ajudar a financiar sua expansão e que investirá cerca de 178 milhões de dólares para abrir uma subsidiária japonesa de pesquisa de materiais.

A maior fabricante de chips terceirizada do mundo divulgou no mês passado seu melhor lucro trimestral da história e elevou as estimativas de receita e gastos de capital para níveis recordes, prevendo "oportunidades de um crescimento de vários anos".

As empresas de tecnologia de Taiwan se beneficiaram da crescente demanda por chips que são utilizados em notebooks, tablets, smartphones e outros produtos que viram uma alta na demanda em todo o mundo durante a pandemia de Covid-19.

Em comunicado após uma reunião do conselho, a empresa disse que aprovou a emissão de títulos corporativos sem garantia no mercado interno, não excedendo 120 bilhões de dólares taiwaneses (4,29 bilhões de dólares).

Também aprovou o fornecimento de uma garantia à subsidiária integral TSMC Global para sua emissão de títulos corporativos sem garantias até 4,5 bilhões de dólares.

O dinheiro arrecadado deve "financiar a expansão da capacidade da TSMC e/ou despesas relacionadas à prevenção da poluição", disse a companhia, sem entrar em detalhes.

A empresa disse em janeiro que esperava aumentar os investimentos na produção e desenvolvimento de chips avançados para de 25 bilhões a 28 bilhões de dólares este ano, até 60% mais do que o valor gasto em 2020.

A TSMC também disse que seu conselho aprovou o estabelecimento de uma subsidiária japonesa de propriedade integral para expandir a pesquisa de material de circuito integrado tridimensional (3DIC), com um investimento de até 18,6 bilhões de ienes (178 milhões de dólares).