TST condena empresa de ônibus por exigir ressarcimento de avarias e roubos

Funcionários serão indenizados em R$ 50 mil

O Tribunal Superior do Trabalho (TST) condenou uma empresa de ônibus por exigir dos motoristas e dos cobradores o ressarcimento de avarias, multas, furtos ou roubos ocorridos em viagens feitas por eles, e até pelo desgaste de peças. Para isso, os funcionários assinavam vales, como se fossem adiantamentos salariais.

A ação civil pública tinha sido ajuizada pelo Ministério Público do Trabalho (MPT). A empresa terá que pagar indenização aos funcionários. E em caso de descumprimento da medida, será aplicada multa de R$ 1 mil.

Envie denúncias, informações, vídeos e imagens para o WhatsApp do Extra (21 99644 1263)