Tsunami provocado por erupção nas ilhas de Tonga chega ao Japão

·1 min de leitura
Uma captura tirada de imagens do satélite Himawari-8 do Japão e divulgada pelo Instituto Nacional de Informação e Comunicações (Japão) em 15 de janeiro de 2022 mostra a erupção vulcânica que provocou um tsunami em Tonga. A erupção foi tão intensa que foi ouvida como "sons altos de trovão" em Fiji, a mais de 800 quilômetros (500 milhas) de distância (AFP/Handout)

Um tsunami com risco de provocar ondas de até três metros atingiu a costa do Japão, horas depois de uma forte erupção vulcânica nas ilhas de Tonga, informou a agência meteorológica japonesa neste domingo (16, horário local).

De acordo com o boletim, o tsunami, de 1,2 metro, atingiu a ilha de Amami, ao sul, às 23h55 de sábado (11h55 em Brasília), enquanto um tsunami menor amplitude podia ser observado em outras partes do litoral do país.

As costas orientais da ilha de Hokkaido, assim como as regiões de Kochi e Wakayama, também foram atingidas pelo tsunami de até 0,9 metros pouco depois da meia-noite, segundo a agência.

A rede de televisão NHK iniciou uma programação especial e emitiu imagens diretamente dos portos das regiçoes afetadas, pedindo aos moradores dessas regiões procurarem abrigos em regiões mais elevadas.

As imagens, porém, não mostraram situações fora da normalidade.

Um funcionário da agência meteorológica disse em coletiva de imprensa televisionada a meia-noite que eles (agência) teriam detectado uma onda no mar superior a 1 metro depois das 23h, hora local.

Decidiram não classificar como tsunami, porém, foram ativados todos os sistemas públicos de alerta de tsunami para pedir a evacução dos moradores de Amami.

"Não sabemos até esse momento se é um tsunami, mas temos observado uma forte alteração no mar, por isso estamos pedindo aos moradores que respondam", afirmou o funcionário durante a coletiva de imprensa.

hih/dw/js/eg/tt/gf/ic

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos