Tuíte sobre 'cegueira' de integrante do Black Eyed Peas viraliza na web: entenda a condição que afeta o cantor

O nome da banda Black Eyed Peas apareceu entre os assuntos mais comentados nas redes sociais nesta quarta-feira, dia 11. O motivo? Um tuíte onde uma internauta conta que havia acabado de descobrir que um dos integrantes do grupo era cego. O perfil ainda se questiona se era algo já conhecido ou novidade, mas a repercussão da mensagem mostrou que foi uma descoberta para muita gente.

O integrante ao qual o tuíte se referia é Apl.de.ap. O cantor tem uma condição chamada nistagmo, onde há movimentos involuntários e repetitivos dos olhos que limitam, muitas vezes, a visão. A Sociedade Brasileira de Oftalmologia Pediátrica explica o nistagmo como "um movimento rápido, involuntário, um 'dançar para lá e para cá' dos olhos".

Ao jornal "The sun", ainda em 2011, Apl já havia falado sobre o assunto: "Consigo perceber bem as formas. (Mas) se não estiver suficientemente perto, mesmo que seja uma coisa grande, não consigo lê-la". À revista People, no mesmo ano, o músico disse: "Duvidei de mim por muito tempo, mas agora estou confortável em não usar totalmente minha visão".

O assunto voltou à tona depois que uma entrevista de Will.i.am, também integrante do Black Eyed Peas como Apl. No trecho, o cantor diz:

"Apl é cego. Apl não consegue enxergar. Se eu ficar parado ali, colocar um boné diferente, me posicionar diferente, ele não vai saber que sou eu. Ele me reconhece pela minha forma, voz e postura. Ele não pode dirigir, não enxerga cores. Ele não consegue ver daqui até a porta, daqui até a câmera".

Além dos dois artistas, a banda também é composta pelo terceiro integrante Taboo, tendo Fergie - que fazia parte do grupo desde 2003 - saído do projeto em 2017.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos