Tubarão morde pé de rapaz que praticava parapente no Mar Vermelho

·1 minuto de leitura
Homem teve o pé mordido por tubarão - Foto: Reprodução/Twitter/The Sun
Homem teve o pé mordido por tubarão - Foto: Reprodução/Twitter/The Sun
  • Homem praticava esporte quando o animal foi à superfície e o mordeu

  • Ele foi submetido a cirurgia de emergência, mas seu estado é estável

  • De acordo com especialistas, tubarões são bastante raros na região

Um homem foi mordido no pé por um tubarão quando praticava parapente no Mar Vermelho. De acordo com informações do The Sun, o rapaz tem 37 anos e passa bem após o ataque.

O incidente aconteceu em Aqaba, na Jordânia. O homem era puxado por um barco, enquanto estava preso a um tipo de parapente, quando o animal foi à superfície e o mordeu. O episódio foi filmado por uma testemunha.

Leia também:

Segundo o The Sun, o rapaz, que não teve a identidade revelada, foi levado às pressas para um hospital militar nas proximidades. Ele teve ossos quebrados, além de diversos tendões e músculos rompidos, mas está estável após ser submetido a cirurgia.

Não se sabe a data exata do acidente, mas a Autoridade da Zona Econômica Especial de Aqaba (Aseza) explicou que um comitê foi formado para investigar um ataque a tubarão ocorrido na semana passada.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Tubarões são raros na região

De acordo com os especialistas, o homem deu azar, uma vez que tubarões são muito raros na região. Foi o que disse Mohammad Qatawneh, do Centro Internacional de Mergulho de Aqaba.

“O ataque do tubarão ganhou muita atenção da mídia. Realmente, assustou muita gente, mas é algo que pode acontecer em qualquer lugar”, declarou. “Eu tenho mergulhado aqui há 20 anos e é a primeira vez que ouço falar de um ataque de tubarão.”

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos