Tudo indica que desaparecimento de jornalista e indigenista será resolvido "nas próximas horas", diz Bolsonaro

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Presidente Jair Bolsonaro durante Cúpula das Américas, em Los Angeles
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

Por Ricardo Brito

BRASÍLIA (Reuters) - O presidente Jair Bolsonaro afirmou na tarde desta quarta-feira que "tudo indica" que o desaparecimento do jornalista britânico Dom Phillips e do indigenista Bruno Pereira na floresta amazônica será resolvido "nas próximas horas".

Os dois foram vistos pela última vez em 5 de junho no Vale do Javari, na Amazônia. Segundo veículos de imprensa, citando fontes não identificadas, dois homens presos suspeitos de envolvimento no caso teriam confessado o assassinato de Phillips e Pereira à polícia.

"Pelo que tudo indica, nas próximas horas isso será desvendado, esse desaparecimento", disse Bolsonaro, em cerimônia no Palácio do Planalto, sem dar maiores detalhes.

Bolsonaro disse ainda lamentar o episódio e afirmou que Phillips e Pereira sabiam dos "perigos" da região.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos