Tufão nas Filipinas mata mais de mil pessoas, estima Cruz Vermelha

Foto distribuida pela Agência Meteorológica do Japão do supertufão Haiyan aproximando-se das Filipinas na última quinta-feira. 07/11/2013 REUTERS/Japan Meteorological AgencyNOAA/Handout

MANILA, 9 Nov (Reuters) - A Cruz Vermelha das Filipinas estima que mais de mil pessoas morreram na cidade de Tacloban e pelo menos 200 foram atingidas na província de Samar, regiões mais abaladas por um dos mais fortes tufões que atingiram o país.

A secretária-geral da Cruz Vermelha das Filipinas, Gwendolyn Pang, disse que os números vieram de relatos preliminares de equipes da Cruz Vermelha em Tacloban e Samar, entre as áreas mais devastadas atingidas pelo tufão Haiyan na sexta-feira.

"Estima-se que mais de mil corpos foram vistos flutuando em Tacloban como reportado por nossas equipes da Cruz Vermelha", ela disse à Reuters. "Em Samar, foram cerca de 200 mortos. A validação está a caminho".

Ela disse que esperava que um número mais exato viesse depois que uma contagem mais precisa de corpos em solo nestas regiões.

(Por Rosemarie Francisco)