Turismo não para na Champs-Elysées

Muitos turistas caminhavam pelas calçadas e ocupavam os restaurantes na Champs Elysées nesta sexta-feira, um dia após o ataque que tirou a vida de um policial na famosa avenida parisiense.