Turista boliviana desaparece após fazer trilha no Morro Dois Irmãos, na Zona Sul do Rio

Rafael Nascimento de Souza
·1 minuto de leitura

RIO — A Polícia Civil está investigando o desaparecimento de uma boliviana na comunidade do Vidigal, na Zona Sul do Rio. Yovanka Inês Aranda Hoffmann, de 57 anos, que também é naturalizada uruguaia, foi vista pela última vez no dia 3 de fevereiro, na trilha do Morro Dois Irmãos.

No Brasil desde dezembro, a advogada estava hospedada em um hostel em Copacabana. Após dias desaparecida, o dono do estabelecimento procurou a Delegacia de Atendimento ao Turista (Deat) e comunicou o sumiço.

Segundo a delegada Patrícia Alemany, titular da Deat, várias buscas foram feitas na trilha. No entanto, a turista não foi encontrada. A partir de agora, o caso está na Delegacia de Descoberta de Paradeiros (DDSD).

Os investigadores já descobriram que a advogada estava se relacionando com uma pessoa pelas redes sociais.