Turista em Londres poderá acompanhar parte do funeral da rainha

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Se a morte da rainha Elizabeth 2ª, anunciada nesta quinta (8), tivesse acontecido em Londres, cidade da residência real, o Palácio de Buckingham, a programação oficial teria início imediatamente com a Operação London Bridge (Ponte de Londres), elaborada nos anos 1960 pelo governo inglês.

Porém, como a rainha estava na Escócia, no Castelo de Balmoral, por conta de um encontro com a primeira-ministra Liz Truss, os protocolos do funeral real precisam antes passar por uma etapa chamada Operação Unicórnio.

Nela, o corpo da rainha irá primeiro para o Palácio de Holyrood, de onde partirá para a Catedral de St. Giles na Royal Mile de Edinburgh. A viagem para Londres será feita no Royal Train, partindo da Waverley Station.

A partir de então, terá início o cronograma na capital inglesa, conforme informado pelo jornal The Guardian. Quem estiver em Londres neste período, que pode se estender por mais de dez dias a contar da data da morte, poderá acompanhar diversas etapas públicas.

É possível desde já, por exemplo, ver as bandeiras a meio mastro em todas as residências reais e prédios do governo, incluindo o Palácio de Whitehall --principal residência dos reis da Inglaterra em Londres entre 1530 e 1698-- localizado no bairro de Westminster, onde também fica o Parlamento.

O Palácio de Buckingham, que também está logo ali ao lado, terá também afixado em suas grades do portão um aviso sobre a morte da rainha. É esperado que a Abadia de Westminster e a Catedral de St. Paul badalem seus sinos como homenagem à rainha.

Tiros no Hyde Park e na Tower Hill também devem sinalizar o respeito da nação à monarca.

O trajeto do caixão terá início na estação St. Pancras, onde será desembarcado vindo da Escócia na noite anterior. É esperado que o corpo da rainha chegará ao Palácio de Buckingham cinco dias depois do anúncio da morte.

De lá, ele segue para Westminster Hall, onde será velado por cinco dias. Este é o primeiro e principal momento em que o público poderá prestar suas homenagens mais de perto --o caixão ficará exposto por 23 horas por dia.

Dez dias após a morte, em 17 de setembro, terá início o funeral da rainha Elizabeth 2ª. O corpo será transportado de Westminster Hall para a abadia de Westminster --ao chegar lá, serão feitos dois minutos de silêncio em toda a nação.

Depois de uma cerimônia que deve durar uma hora --e que não deve ser aberta ao público, porém será televisionada--, o caixão segue para o Hyde Park e, de lá, vai para o Castelo de Windsor, a 40 km de Londres.

Ali, o corpo da rainha da Inglaterra é colocado em um cofre real da Capela Memorial do Rei George 6º, e deixado para seu descanso eterno.

CASTELO DE WINDSOR

Uma das residências oficiais da família real britânica, o Castelo de Windsor fica no condado de Berkshire. Foi construído no século 11 e ficou conhecido como o castelo habitado mais antigo do mundo, além de ser o maior da região, com mais de cinco hectares de área.

Ainda não há informações a respeito de como ficarão as visitações ao um dos castelos preferidos dos turistas que visitam a Inglaterra e buscam conhecer mais sobre a família real britânica.

No entanto, vale já saber que se trata de um passeio divertido, para o qual vale separar um dia inteiro. Saindo de Londres, há diversas opções de trem e ônibus --a Linha Verde 702, por exemplo, tem uma parada chamada Windsor, Parish Church.

Uma das tradições favoritas dos visitantes do Castelo de Windsor, a residência de finais de semana da família real, sempre foi saber se a rainha estava ou não no local.

Para tanto, bastava observar um código: caso a bandeira hasteada fosse a do Estandarte Real, sorte do turista, pois era sinal da presença da rainha; bandeira do Reino Unido, por sua vez, significava que Elizabeth não se encontrava por lá.

Possivelmente, a tradição das bandeiras continuará, agora marcando a presença do novo rei, Charles 3º.

ONDE FICAR

- Hotel 41 (41 Buckingham Palace Road, Londres, SW1W 0PS, Reino Unido). Tel.: +44 207 300 0041. Diárias a partir de R$ 3.020.

- The Resident Victoria (10 Palace Place, Londres, SW1E 5BW, Reino Unido). Tel.: +44 203 540 8800. Diárias a partir de R$ 1.607.

- The Londoner (38 Leicester Square, London WC2H 7DX, Reino Unido). Tel: +44 20 7451 0101. Diárias a partir de R$ 2.400.

- Brown's Hotel (33 Albemarle St, London W1S 4BP, Reino Unido). Tel.: +44 20 7493 6020. Diárias a partir de R$ 7.560 para duas pessoas.

- The Sanctuary House Hotel (33 Tothill Street, Londres, SW1H 9LA, Reino Unido). Tel.: +44 207 799 4044. Diárias a partir de R$ 889.